Salto Triplo Feminino

Escrito por Marcus V.

O que é?

O salto triplo e um esporte onde há a combinação de uma corrida seguida de três saltos sucessivos, os quais os dois primeiros são realizados com um dos pés e o último e realizado com o outro pé. A prova começa com uma corrida de impulso e depois a pessoa realiza 3 saltos sucessivos e impulsiona seu corpo terminando com uma queda em uma caixa de areia. A modalidade faz parte das olimpíadas desde sua primeira edição em Atenas 1896. Para as mulheres ele estreou em Atlanta 1996, exatamente cem anos depois de sua inclusão nos Jogos Olímpicos. De todas as modalidades do atletismo olímpico, esta é a de maior tradição para o mundo dos lusófonos.


Regras Principais

Ordem de tentativa dos competidores deve ser sorteada;
Mais de oito competidores;
3 tentativas - classificatórias;
3 tentativas - finais (8 melhores na ordem inversa);
O salto consiste em uma impulsão, uma passada e um salto, nesta ordem;
O salto de impulsão feito em um pé só, será feito de modo que caia sobre o mesmo pé, para a passada, caindo com o outro pé para a realização do salto;
Todos os saltos devem ser medidos a partir do ponto de queda mais próximo à tábua de impulsão;
Medição perpendicular à linha ou ao seu prolongamento;
A cada competidor será creditado o melhor de seus saltos, incluindo aqueles realizados durante o desempate de um primeiro lugar.


Curiosidades

De todas as modalidades do atletismo olímpico, esta é a de maior tradição para o mundo dos países que falam português. O Brasil tem quatro nomes na história do salto triplo, Adhemar Ferreira Da Silva, Nelson Prudêncio, João Carlos De Oliveira e Jadel Gregório. Já Portugal tem apenas Nélson Évora.


Ícones do Esporte

Na modalidade feminina temos as recordistas Inessa Kravets da Ucrânia em 10 de agosto de 1995 em Gotemburgo recordista mundial da prova até os dias atuais com 15,5m, e Françoise Mbango Etone de Camarões em 17 de agosto de 2008 em Pequim, com o recorde olímpico de 15,39m.


Vídeo explicativo